Foi deflagrada na manhã desta terça feira (30), a operação “Arroio Guaçu” da Polícia Federal que cumprirá cinco mandados de prisão nas cidades de Mercedes e Guarapuava.

A ação está sendo comandada pela Delegacia da Polícia Federal de Guaíra.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Segundo informações da Polícia Federal a quadrilha utilizava o Rio Paraná e uma fazenda em Mercedes, na beira do rio, para trazer cigarros contrabandeados do Paraguai e movimentava por semana cerca de 4 a 5 carregamentos, o equivalente a 7 milhões de reais ou seja mais de 300 milhões ao ano.

O cigarro que entrava no país por esta rota era enviado para várias regiões do Brasil, incluindo o próprio Paraná e os estados de São Paulo, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Goiás.

A quadrilha é chefiada por um dos maiores contrabandistas do país com ligações políticas dentro do Estado do Paraná.

Atualização 10h45

O ex vice-prefeito de Mercedes Fridolino Weber e seu filho Marciano Weber, foram presos nesta manhã (30) em casa, na Estância Weber, localizada na cidade de Mercedes. Eles são acusados de envolvimento em quadrilha de contrabando de cigarros.

Segundo informações da Polícia Federal, a Estância Weber era usada para a distribuição do contrabando e para entrada do produto ilícito no Brasil.

Foram apreendidos também 1 carro e vários documentos.

Outras duas pessoas que ainda não tiveram os nomes informados, foram conduzidas para a sede da Polícia Federal aqui em Guaíra, onde serão ouvidas.

Fridolino Weber e o filho Marciano Weber
Fridolino Weber e o filho Marciano Weber

MERCEDES-PF-DE-GUAIRA-REALIZA-OPERACAO-ARROIO-GUACU-4

MERCEDES-PF-DE-GUAIRA-REALIZA-OPERACAO-ARROIO-GUACU-5

MERCEDES-PF-DE-GUAIRA-REALIZA-OPERACAO-ARROIO-GUACU-6

MERCEDES-PF-DE-GUAIRA-REALIZA-OPERACAO-ARROIO-GUACU

Portal Guaíra com informações da Rádio Educadora/Jornal AN6
Fotos: Jornal AN6