A Itaipu Binacional aproveitará o período de defeso (proibição da pesca de espécies nativas nos rios e reservatórios) no Estado do Paraná para promover mutirões de limpeza no lago. A restrição começou no sábado (1º) e vai até 28 de fevereiro de 2015. O objetivo é proteger a reprodução e desova dos peixes neste período de piracema.

Entre as espécies da lista estão o bagre, o pintado, o lambari, o dourado e o jaú. A pesca fica permitida apenas para as espécies exóticas como a carpa, a tilápia, o tucunaré e o apaiari.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

A campanha de Itaipu será semelhante à desenvolvida entre julho e agosto. À ocasião, foram recolhidas quase 40 toneladas de lixo. Os materiais reciclados foram repassados à Prefeitura de Foz do Iguaçu para destinação correta.

A ação será em parceria com o Conselho de Desenvolvimento dos Municípios Lindeiros ao Lago de Itaipu e iniciam após 15 de novembro, quando as datas dos mutirões começarão a ser agendadas, segundo o engenheiro agrônomo, Irineu Motter, da Divisão de Reservatório de Itaipu.

A expectativa é da participação de cerca de 500 pescadores, de seis colônias e de quatro associações profissionais. Eles receberão camisetas, bonés, luvas, embalagens, combustível para os barcos e marmitex repassados pela Itaipu.

O defeso obedece Instrução Normativa nº 25/2009 do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Ibama). A regra é reforçada no estado pela portaria nº242/2011, do Instituto Ambiental do Paraná (IAP).

Durante a piracema, a Polícia Ambiental e o IAP vão reforçar a fiscalização nos lagos e rios. Os pontos prioritários serão os locais já mapeados como os de maior incidência de infrações ambientais e pesca predatória. Peixarias e supermercados deverão apresentar, até 5 de novembro, declaração de estoque.

O não cumprimento das regras enquadra o responsável por crime ambiental, com aplicação de multa de R$ 700 (por pescador) e mais R$ 20 por quilo pescado.

(Foto: Blog do Lago)
(Foto: Blog do Lago)

Portal Guaíra via Assessoria