ad

A Polícia Civil de Medianeira/PR (188 km de Guaíra) prendeu em flagrante o rapaz apontado como autor de um bárbaro crime de homicídio registrado na cidade. De acordo com a polícia, Anderson Luis Kovaes, de 22 anos, conhecido como “ET”, confessou a autoria do assassinato, e relatou com detalhes, como teria planejado e executado o crime. Ainda conforme o relato do acusado à polícia, a motivação para a morte, seria passional.

À polícia, Kovaes afirmou que “matou Alex Franco da Silva, de 27 anos, com requintes de crueldade, porque o rapaz estaria mantendo um relacionamento amoroso com sua ex-esposa”. O homicídio teria sido arquitetado após o suspeito constatar a troca de mensagens entre a ex-companheira e a vítima.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

O suspeito contou que ligou para Alex e marcou um encontro, e então executou o desafeto. O rapaz foi amarrado, sofreu várias perfurações e foi praticamente degolado. O corpo foi encontrado na área rural na madrugada. Segundo os familiares da vítima, ele teria saído de casa no fim da noite, após receber uma ligação telefônica.

Assim que tomou conhecimento do ocorrido, as polícias iniciaram as investigações e, a partir de uma informação repassada a Polícia Militar, o caso começou a ser desvendado. A denúncia dava conta de que o veículo que teria sido utilizado pelo autor do crime estaria em uma oficina mecânica localizada no Parque Independência. Policiais Civis e Militares seguiram até o local e apreenderam o carro. Na sequência, os Civis localizaram e prenderam o suspeito, que foi encontrado na residência de sua mãe, também no Parque Independência.

Em depoimento na Delegacia, Kovaes relatou o local exato do crime, como executou a vítima e a arma utilizada.

Kovaes foi autuado em flagrante pelo crime de homicídio qualificado, pois teria armado uma emboscada para Alex.

O delegado Herculano Augusto de Abreu, enfatizou que as evidências encontradas, somadas a declaração do acusado, comprovam, sem sombra de dúvidas, a autoria do crime. “O trabalho em conjunto entre as polícias Civil e Militar garantiu uma resposta rápida a sociedade de Medianeira, que foi surpreendida por este crime cruel”.

Entre as provas apreendidas, está a faca que foi utilizada no crime. A polícia também localizou e recolheu o veículo VW/Paraty pertencente a vítima que foi dispensado pelo suspeito em outro ponto da cidade.

POLICIA-CIVIL-DESVENDA-CRIME-BARBARO-OCORRIDO-EM-MEDIANEIRA1

POLICIA-CIVIL-DESVENDA-CRIME-BARBARO-OCORRIDO-EM-MEDIANEIRA2

POLICIA-CIVIL-DESVENDA-CRIME-BARBARO-OCORRIDO-EM-MEDIANEIRA3

POLICIA-CIVIL-DESVENDA-CRIME-BARBARO-OCORRIDO-EM-MEDIANEIRA4

POLICIA-CIVIL-DESVENDA-CRIME-BARBARO-OCORRIDO-EM-MEDIANEIRA5

POLICIA-CIVIL-DESVENDA-CRIME-BARBARO-OCORRIDO-EM-MEDIANEIRA6

POLICIA-CIVIL-DESVENDA-CRIME-BARBARO-OCORRIDO-EM-MEDIANEIRA7

Portal Guaíra com informações da Polícia Civil de Medianeira