O Delegado Denis Zortea Merino da Polícia Civil de Medianeira descartou a possibilidade de homicídio na morte do jovem Eliel Henrique de Oliveira que morreu na madrugada de domingo (15), no Bairro Nazaré, após deixar uma festa de formatura.

Segundo os socorristas do Siate, que foram acionados para atender a vítima de acidente com moto, Eliel apresentava perfuração no corpo, na altura do quadril, compatível com um ferimento causado por disparo de arma de fogo. Essa era uma das suspeitas da causa da morte, mas a hipótese foi descartada após exames no Instituto Médico-Legal de Foz do Iguaçu.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

A hipótese da morte por ferimento por arma de fogo ganhou força principalmente após testemunhas afirmarem que a vítima se envolveu em discussão com outras pessoas durante a festa. Porém o laudo preliminar do IML apontou o contrário. A perfuração encontrada no corpo de Eliel foi provocada pela fratura do osso de uma das costelas do jovem.

Sendo assim, segundo o IML, Eliel morreu vítima de acidente de trânsito, devido a violência do impacto. Mesmo assim, a Polícia Civil vai apurar o desentendimento na festa de formatura e deve ouvir os envolvidos nos próximos dias.

Portal Guaíra com informações da Catve