Mato Grosso do Sul é o terceiro estado brasileiro com mais adeptos da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital), conforme relatório elaborado pelo Ministério Público Estadual de São Paulo, divulgado ontem (11) no jornal O Estado de São Paulo.

O MP montou o “censo” do PCC com base em documentos e gravações apreendidos com a facção durante três anos e meio de investigação, e aponta São Paulo e Paraná nas primeiras posições em relação ao número de membros.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Por aqui, o grupo mantém 558 integrantes, dos quais 469 estão em penitenciárias e 89 são foragidos. O Estado ocupa essa posição na geografia do PCC em razão de sua importância como rota de passagem da droga que vem do Paraguai e da Bolívia para São Paulo.

Ao dominar MS, o PCC consegue tornar o território uma área hostil para as facções rivais paulistas ou para outros grupos organizados que tentem desafiar seu poder. Esse seria o caso de bandos como o Comando Revolucionário Brasileiro da Criminalidade (CRBC).

Já no Paraná, o censo contabilizou 626 integrantes, dos quais 545 estão detidos – destes, 20 são originários de São Paulo.

Primeiro Comando da Capital chegou aos prédios do Estado há mais de uma década (Foto: Valdenir Rezende/Correio do Estado)
Primeiro Comando da Capital chegou aos prédios do Estado há mais de uma década (Foto: Valdenir Rezende/Correio do Estado)

Portal Guaíra com informações do Campo Grande News