A Prefeitura de Maringá, por meio da Secretaria de Saúde, informou ontem (12) que o município está enfrentando uma epidemia de dengue após ter ultrapassado os 300 casos por 100 mil habitantes, conforme estipula a Organização Mundial da Saúde (OMS). Até a manhã de ontem foram contabilizados 1.167 casos confirmados da doença na cidade, além de 3.256 notificações.

6-Mosquito-da-dengueSegundo Rosângela Treichel Surita, diretora de Vigilância em Saúde da cidade, entre os bairros mais afetados pela doença estão o Conjunto Requião, Vila Operária, Jardim Alvorada, Conjunto Porto Seguro e o Distrito de Iguatemi. A partir do decreto de epidemia, de acordo com ela, todas as pessoas que estiveram sofrendo sintomas da dengue serão contabilizadas como casos confirmados. “Não há necessidade do exame sorológico já que o vírus está presente”, explicou.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Rosângela ainda ressaltou que as medidas possíveis já foram tomadas para conter o avanço da doença, desde visitas técnicas de agentes de endemias, distribuição de material de orientação para a população e limpeza de terrenos a uso do fumacê.

“Precisamos que a sociedade também tome os cuidados necessários. É extremamente importante evitar que as larvas se desenvolvam no lixo, pratos de vasos e reservatórios de água”, ressaltou.

A Secretaria Estadual de Saúde (Sesa) informou que só deve confirmar a inclusão de Maringá na lista das cidades em epidemia na próxima segunda-feira, quando será divulgado um novo boletim de dengue no Estado.

Fonte: Folha de Londrina