Um motociclista de 22 anos morreu em um acidente causado por um motorista embriagado, no domingo (28), no Contorno Sul, em Maringá, no norte do Paraná, segundo a Polícia Civil.

Os agentes informaram que o motorista da caminhonete envolvido no acidente, de 36 anos, fugiu do local e foi preso horas depois.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

O acusado foi solto após pagar uma fiança de R$ 1 mil, arbitrada pela Justiça. A decisão foi tomada em uma audiência de custódia, na segunda-feira (29), que determinou medidas cautelares contra o motorista.

A defesa diz que o agressor está arrependido e que o valor da fiança não representa o preço da vida do rapaz que morreu, mas a possibilidade de que o cliente responda em liberdade.

O advogado acrescentou que ele está preparado para pagar pelos erros e que não fugirá das responsabilidades, aguardando um julgamento justo.

Durante a audiência, a defesa do motorista pediu um relaxamento no valor da fiança, concedido pela Justiça, sob a alegação de que ele é pai de família e tem dois filhos para sustentar.

Conforme a decisão da Justiça, o acusado precisa comparecer em juízo quando intimado e não poderá se ausentar de Maringá, sem autorização, por mais de 30 dias.

Em depoimento à Polícia Civil, o acusado permaneceu em silêncio. Na audiência de custódia, confirmou que dirigia o veículo.

Prisão
Logo após o acidente, o motorista fugiu e foi preso em Sarandi, a cerca de 10 quilômetros do local. Ele se recusou a fazer o teste do bafômetro, mas teve a embriaguez constatada pelos policiais, conforme o inquérito do caso.

O Ministério Público pediu que o acusado responda por homicídio culposo, quando não há intenção de matar.

Portal Guaíra com informações do G1