A Polícia Civil do Paraná (PCPR) prendeu preventivamente um líder religioso, de 65 anos, suspeito de cometer crimes sexuais contra mulheres. A prisão ocorreu na terça-feira (30), em Maringá, região Norte do Estado.

Um inquérito policial foi instaurado para investigar os casos, e sete vítimas foram ouvidas durante as investigações. Durante as diligências, a PCPR apurou que o homem se identificava como a única pessoa capaz de curar as vítimas com a energia da conjunção carnal com fins terapêuticos.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Ele irá responder pelos crimes de violação sexual mediante fraude, importunação sexual, ameaça e assédio sexual.

Portal Guaíra via Assessoria