A Justiça determinou que a Copel pague uma indenização de R$ 10 mil a uma moradora de Maringá, no norte do Paraná, que passou uma semana sem energia elétrica em casa por conta de uma pendência de R$ 3 com a Companhia.

A ação por danos morais, analisada pelo juiz Marcelo Ferreira dos Santos, da 2ª Vara da Fazenda Pública de Maringá, teve sentença divulgada na quarta-feira (28) .

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

De acordo com o processo, a moradora do conjunto Karina mudou de casa entre o final de 2018 e início de 2019. Na mudança, ela descobriu que tinha duas contas de luz pendentes e pagou as faturas. No entanto, mesmo tendo efetuado o pagamento, ela acabou tendo a energia da residência cortada por uma semana.

Na ação, a moradora informou que o corte ocorreu porque, segundo a Copel, além das duas faturas pagas ela tinha uma pendência de R$ 3,03.

A moradora afirmou que não foi notificada pela Companhia antes do corte de energia e, após a medida, teve vários transtornos por ter ficado uma semana sem luz.

A Copel informou que a demora para religar a energia da casa da moradora ocorreu porque os técnicos foram até o imóvel dentro do prazo previsto, mas não encontraram ninguém. A Companhia de Energia Elétrica disse que vai recorrer da decisão.

Portal Guaíra com informações do G1