Um idoso de 70 anos foi preso suspeito de abusar sexualmente da própria neta de 16 anos com deficiência, de acordo com a Polícia Civil. O caso foi registrado na quarta-feira (14), em Maringá, no norte do Paraná.

Segundo os agentes, o suspeito obrigava a neta tirar fotos íntimas e enviar para ele. O idoso apagava as imagens do celular para não manter provas, conforme a investigação.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

A denúncia, segundo a corporação, foi feita pelos pais da vítima que levaram os prints das conversas que comprovaram a ação.

O idoso negou as acusações. Ele continua preso na delegacia de Maringá.

Portal Guaíra com informações do G1