ad

O Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR) concedeu habeas corpus ao vereador rondonense Nilson Erno Hachmann (PSC), preso no último dia 15 durante a Operação “Pula Pula” deflagrada em Marechal Cândido Rondon pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), de Foz do Iguaçu.

De acordo com o advogado de defesa do vereador rondonense, Marcio Berti, o pedido de habeas corpus foi apresentado por ele em trabalho desenvolvido junto do professor Jacinto Coutinho e dos advogados Edward Carvalho e Ana Maria Murata, sendo os três da cidade de Curitiba.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Berti salienta que a partir da revogação da prisão e da comprovação do pagamento da fiança, estimada em cerca de R$ 30 mil, o vereador Hachmann deve ser solto ainda nesta quinta-feira (23). Além disso, a prisão preventiva foi substituída por outras medidas cautelares.

ACUSAÇÃO

No último dia 15, o vereador Hachmann, seu filho e outras duas pessoas foram presas. Os quatro rondonenses foram recolhidos inicialmente da cadeia pública e em seguida transferidos à 15ª Subdivisão Policial em Cascavel. Uma quinta pessoa não foi encontrada e poderia estar na Argentina.

Por ocasião da operação em Marechal Rondon, também foram cumpridos 20 mandados de busca e apreensão. A ex-mulher do vereador foi suspensa do exercício do cargo que exercia na prefeitura rondonense.

Os mandados foram cumpridos em oito residências, nove empresas, um escritório contábil, no setor de licitações da prefeitura e no gabinete do vereador na Câmara.

A investigação do Gaeco teve início em maio de 2018 e apura crimes praticados por organização criminosa contra a administração pública. O vereador seria dono de empresas, registradas em nome de terceiros, que participavam de licitações do Município, burlando assim a proibição de contratação com o setor público.

As empresas atuam em áreas diversas, como obras públicas (pavimentação rural), prestação de serviços e transporte escolar.

Portal Guaíra com informações do O Presente