imagem ilustrativa

Responsáveis pelo setor de saúde de Marechal Cândido Rondon/PR confirmaram neste domingo (15), a primeira morte por dengue no município.

Trata-se da jovem Aline Melo Gracioli, de 23 anos de idade, que residia no bairro Vila Gaúcha.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Ela começou a apresentar os sintomas de dengue hemorrágica e foi internada no Hospital Municipal Dr. Cruzatti.

Em razão do agravamento do quadro clínico, a rondonense foi transferida para o Hospital Bom Jesus de Toledo, mas não resistiu e acabou morrendo na noite de ontem (14).

O município de Marechal Cândido Rondon tem mais de 30 casos de dengue já confirmados.

Apesar dos esforços das equipes da Secretaria de Saúde, Vigilância Sanitária e Setor de Endemias, a proliferação dos focos do mosquito transmissor da doença, é preocupante em vários bairros da cidade, principalmente no loteamento Rainha.

Em muitos casos não está existindo a colaboração de moradores e comerciantes, que não fazem a limpeza adequada, permitindo o surgimento de focos do mosquito.

Existem situações em que os próprios agentes são obrigados a fazer a limpeza em residências, para retirar lixo acumulado.

Mesmo assim, em poucos dias, estes mesmos locais são encontrados novamente sujos e com focos do Aedes Aegipty.

Nos próximos dias, uma reunião será realizada junto ao Ministério Público de Marechal Cândido Rondon, para definir ações mais enérgicas para amenizar a situação que é alarmante – a exemplo do que ocorre em outros municípios da região.

imagem ilustrativa
imagem ilustrativa

Portal Guaíra com informações da Rádio Educadora