Os alunos da Unifass foram surpreendidos no dia de ontem (06) com o cancelamento das aulas de quinta-feira, ontem, e sexta-feira (07), hoje, sem nenhuma explicação por parte da instituição. Como os alunos ligaram na faculdade para saber como proceder com a entrega de materiais, que eventualmente estavam programados para quinta e sexta, e não receberam as explicações adequadas, um grupo decidiu ir até a Unifass e foi surpreendido com um forte esquema de seguranças que não estavam costumeiramente neste local e pessoas ocupando a secretaria que não eram funcionários que sempre os atendiam.

Diante dessa situação, os alunos tentaram saber o que aconteceu, mas não receberam nenhuma informação por parte da instituição, apenas observaram um tumulto generalizado dentro da Unifass que, segundo alguns, pode ter culminado com a exoneração dos principais funcionários da instituição e uma espécie de intervenção pode estar ocorrendo.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------
unifass
‘Unifass’ Isepe-Rondon (foto:Vanderleia Kochepka/OP)

Na manhã de hoje, alunos e familiares procuraram os veículos de comunicação da cidade para saber o que havia acontecido, porém, nenhuma informação oficial até o momento foi prestada pela Unifass. Os alunos estão, inclusive, se mobilizando para promover um evento na segunda-feira (10) caso não haja uma explicação ou independente dela para exigir da instituição explicações detalhadas sobre o que vem acontecendo.

Alguns temem até estar perdendo o período que já estudaram ou correndo risco disso. Aguarda-se para qualquer momento durante o dia de hoje que ou a diretoria chame a imprensa para oferecer uma explicação ou esclarecimentos a respeito do que aconteceu, ou novos desdobramentos eventualmente possam estar acontecendo.

Polícia Civil

Informações extraoficiais dão conta de que teria ocorrido uma briga na Unifass, ontem. Em contato com a Polícia Civil nesta sexta-feira, esta informou que na manhã de ontem foi registrado um Termo Circunstanciado de uma lesão corporal ocorrida na referida instituição em desfavor de um funcionário, porém, a pedido dos envolvidos o boletim que descreve a situação não será divulgado.

A Polícia Civil relatou que ainda não teve nenhuma decisão judicial em relação ao caso e outras informações não podem ser repassadas no momento.

Unifass

A reportagem de O Presente entrou em contato com o diretor geral da Faculdade de Ensino Superior, professor João Cesar Silveira Portela, porém, foi atendida pelo secretário o qual informou que o docente irá se pronunciar em um momento oportuno ainda no dia de hoje.

Fonte: O Presente