Na última sexta-feira, 26 de abril, a Equipe de Policiais Federais que integram o Grupo de Prevenção ao Uso Indevido de Drogas (GPRED) estiveram no Colégio Estadual Campo do Margarida, Distrito de Margarida, em Marechal Cândido Rondon, ministrar palestra sobre uma escolha pessoal oposta ao uso de drogas. É a primeira visita da PF nessa escola, desde sua fundação no ano de 1983.

Inquestionavelmente o uso de drogas é um mal social em todo mundo, com efeitos desastrosos na área de saúde e de segurança pública. Não escolhe classe social, etnia, gênero ou localidade. Diante da complexidade e multidisciplinaridade do tema, as palestras elaboradas pelo GPRED contemplam dois módulos: no primeiro, trabalha-se a questão motivacional com os três principais pilares – dedicação / sucesso/ liberdade – focando na importância do estudo e da perseverança para alcançar o sucesso pessoal e profissional, e como as drogas podem destruir toda uma trajetória de realizações na vida da pessoa. No segundo módulo, são expostos os efeitos fisiológicos, comportamentais e sociais decorrentes do uso de drogas, inclusive sob ponto de vista cientifico.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

No final de cada módulo, os alunos participam de uma brincadeira de pergunta e resposta. O aluno que responder corretamente à pergunta relacionada ao tema ganha uma camiseta elaborada pelo próprio GPRED. O encerramento da apresentação se dá com a apresentação dos cães farejadores de drogas, conhecido como “K9”, momento o qual as crianças interagem com os cães e entendem um pouco das estratégias do trabalho de repressão ao tráfico de drogas em região de fronteira.

Um ponto bastante positivo do trabalho preventivo praticado pelos policiais é a aproximação da sociedade, em especial junto aos jovens. No desabafo da aluna L.W. , 15 anos, 2º ano, uma profunda reflexão :“ a palestra foi muito importante para abrir novos caminhos e não desistir jamais dos meus sonhos. Uma das coisas que mais me tocou foi quando ouvi que quando vc estiver no fundo do poço, na maior escuridão, não desistir jamais. Eu sei que a vida não é fácil, que a minha vida não é fácil e não pretendo desistir dos meus sonhos e minhas realizações” –afirmou a adolescente- “Recomendaria a palestra para as pessoas que ainda estão de olhos fechados achando que droga é diversão ou que droga é ter uma vida colorida. Não é nada disso. Droga não leva a qualquer sucesso pessoal. Leva a dois caminhos: a cadeia ou cemitério. “ – enfatizou a aluna que disse sonhar com a carreira militar ou policial.

Após o término das atividades, o reconhecimento através das palavras da pedagoga Katherine Narahara: “Para nós (corpo docente) é bastante importante o trabalho da PF, pois estamos numa área de fronteira. Já tivemos alguns casos de uso de drogas dentro do colégio. Então de repente, depois das atividades de hoje, eles começarão a entender que existem muitas consequências negativas relacionadas ao uso de drogas. É um assunto que nós professores não estamos preparados para ensinar para eles. Acredito que até mesmo para o aluno mais problemático a reflexão de hoje possa ser uma luz no fim do túnel na questão de mudança positiva de comportamento”

O GPRED realizou palestras no turno da manhã, para ensino médio, e tarde, para algumas turmas do ensino fundamental, para aproximadamente cento e oitenta (180) alunos. A atividade prática com os cães farejadores contemplou todas as turmas, funcionários e professores do colégio.

As atividades de palestras visam trazer informações preciosas para alunos, pais e professores com o objetivo de prevenir o contato dos jovens com as drogas psicoativas. A Polícia Federal, além de atuar na repressão do tráfico internacional de drogas ilícitas, tem atuado também de maneira preventiva, conscientizando as crianças e adolescentes sobre os amplos malefícios das drogas, de modo a evitar que que eles tenham um primeiro contato com essas substâncias, ou se tornem usuários contumazes e dependentes químicos.

Instituições de ensino poderão solicitar a atuação do GPRED via Ofício para o Chefe da Delegacia de Polícia Federal em Guaíra, o Delegado Júlio Mitsuo Fujiki, através do e-mail [email protected] ou na sede situada na Praça Castelo Branco, nº 200, Centro, Guaíra/PR, CEP 85.980-000, tel.: (44) 3642-9100.

Portal Guaíra via Assessoria