Os pescadores profissionais e amadores, turistas e esportistas aquáticos terão, a partir da próxima semana, um novo atracadouro junto ao parque de turismo e lazer de Porto Mendes. A obra está sendo implantada na extremidade sul do parque, à esquerda da área de camping, onde já havia uma rampa improvisada. A escolha do local se deve à constante incidência de ventos fortes junto ao atracadouro principal, ao lado da praia artificial, o que dificulta as manobras das embarcações e oferece perigo aos usuários. Além disso, nessa área há um maior espaço para o estacionamento de automóveis e carretinhas.

As explicações são do secretário rondonense de Indústria, Comércio e Turismo, Valdir Porto (Portinho). Ele informou que vem sendo feito um monitoramento do local desde o início do ano, juntamente com técnicos da Itaipu Binacional e da Marinha Brasileira. “Após a conclusão de que o atracadouro posicionado nesta área será mais prático e seguro, obtivemos a autorização da Itaipu e da Marinha para executar a obra, aproveitando o rebaixamento do nível de água do lago”, explicou o secretário.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Portinho fez questão de ressaltar a parceria com as secretarias municipais de Coordenação e Planejamento, Viação e Serviços Públicos e Agricultura e Política Ambiental, que estão fornecendo máquinas, equipamentos e pessoal. “Inclusive, por orientação do prefeito Marcio Rauber, neste final de semana, essa parceria das secretarias e sua presença em Porto Mendes estará possibilitando a poda de árvores e a recolha de galhos, além de tapa-buracos em ruas do distrito”, apontou.

Quanto à construção do novo atracadouro, máquinas trabalham no local nesta sexta-feira, fazendo escavações, terraplenagem e preenchimento com cascalho. A concretagem da rampa deve acontecer neste sábado (29), se o tempo permitir.

Na opinião de Portinho, a melhoria terá efeitos positivos para Porto Mendes. “Quanto maior o afluxo de pescadores e de turistas, maior a movimentação da economia do nosso distrito turístico”, concluiu.

Portal Guaíra via Assessoria