O déficit hídrico segue interferindo na segunda safra de milho em Marechal Cândido Rondon. Com chuva bastante abaixo do volume esperado, a quebra de produtividade consolidada já é de 40%.

Segundo o presidente do Sindicato Rural de Marechal Cândido Rondon, Edio Luiz Chapla, o restante das lavouras ainda pode produzir bem, caso as chuvas previstas para a próxima semana se confirmem, já que são necessários 7 mm por dia para o enchimento dos grãos.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Diante deste cenário, os produtores do município estão retraídos no mercado e não buscam novas negociações, já que não é possível se planejar e saber o quanto será produzido. Além disso, Chapla espera que os preços do milho possam subir em caso de grande frustração de safra.

Portal Guaíra com informações do Notícias Agrícola