Servidores da prefeitura de Marechal Cândido Rondon, lotados no Departamento de Vigilância Sanitária, procuraram a Policia Militar para denunciar ameaças recebidas, durante fiscalização de rotina.

Relataram que uma lanchonete estava atendendo fora do horário determinado pelo decreto estadual vigente e que, ao confeccionarem o auto de infração para o proprietário e responsável pelo estabelecimento, um cliente se exaltou e começou a insultar a equipe, dizendo “vocês tem que anular o que vocês fizeram”.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Quando os fiscais se dirigiam para o veículo da prefeitura a fim de deixar o local, o elemento exaltado os acompanhou e, após embarcarem no veículo, o mesmo começou a desferir socos no para-brisas e chutes na porta do lado esquerdo.

Devido ao estado de descontrole do indivíduo e por receio de agravar a situação o fiscal que estava dirigindo arrancou com o veículo saindo do local.

A equipe da Polícia Militar foi até a lanchonete mencionada porém o elemento exaltado não se encontrava mais no local.

O proprietário da lanchonete forneceu a qualificação do cliente que insultou, ameaçou e tentou agredir os fiscais da prefeitura, e o mesmo deverá ser localizado e responsabilizado pelos atos que praticou.

Os fiscais mencionaram ainda que um dos proprietários da lanchonete veio a ameaçar mencionando que “depois vocês levam um pau por ai não sabe porque”, mediante questionamento o mesmo mencionou que não teve intenção de ameaçar os fiscais.

As informações são da Rádio Difusora