Na tarde desta sexta-feira, dia 26, aconteceu mais uma reunião do COE (Centro de Operações Emergenciais) de Marechal Rondon. Na oportunidade, foram apresentados os números referentes à pandemia no município, que registrou queda, nas últimas semanas, em relação aos casos ativos. No dia 18 de março aconteceu o pico no mês, quando foram registrados, em um único dia, 335 casos ativos. Conforme o boletim desta sexta-feira, dia 26, o número está em 199 casos ativos.

Diante disso, foram tomadas algumas decisões que serão publicadas em decreto no Diário Oficial Eletrônico, no início da semana.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Inicialmente, discutiu-se sobre a volta às aulas na rede municipal (1ª a 5ª séries). O secretário de Educação, Fernando Volpato, falou das ações a serem implantadas para que todos os alunos tenham um retorno seguro. Segundo ele, todas as medidas sanitárias serão adotadas, desde o transporte escolar até o número máximo de alunos em sala de aula. Colocada em votação, a solicitação foi aprovada. O retorno será de forma escalonada, ou seja, com 30% da capacidade da sala de aula. As aulas remotas terão continuidade para os alunos que estiverem em casa. Os Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) continuarão com as aulas presenciais suspensas.

O CAF (Centro de Atendimento à Família) também voltará com suas atividades presenciais em 05 de abril.

Outro assunto discutido foi quanto à abertura do comércio no dia 03 de abril, véspera de Páscoa. O presidente da Acimacar (Associação Comercial e Empresarial de Marechal Rondon), Ricardo Leites de Oliveira, enfatizou a necessidade de os comerciantes aproveitarem essa importante data comemorativa. Sem objeções, foi deliberado pela abertura de todo o comércio naquela data, das 8h às 16h, mediante o cumprimento de medidas que contarão no decreto a ser publicado.

Vale ressaltar que os decretos vigentes dos governos municipal e estadual, que estabeleceram regras até o dia 1º de abril, continuam valendo, sem alterações, inclusive para este final de semana (27 e 28), ou seja, somente o comércio considerado essencial poderá atender.

Com relação à ação integrada das polícias, bombeiros e poder público rondonense, ela terá continuidade, a princípio até o dia 06 de abril, podendo ser prorrogada. Conforme relatos da Polícia Militar e da Vigilância Sanitária, a ação tem surtido efeitos muitos positivos, já que o número de aglomerações diminuiu consideravelmente. A fiscalização terá continuidade e as denúncias de aglomerações devem continuar, pelos telefones (45) 99932-7428 (das 8h às 23h) e 190 (das 23h às 8h).

Por fim, outra questão levantada foi quanto ao comércio de ambulantes no período de pandemia. O poder público municipal não concederá alvará para os ambulantes de fora do município.

Portal Guaíra com Assessoria