A chefe do Núcleo Regional de Educação (NRE) em Londrina, Lucia Aparecida Cortez, é a detentora do maior salário entre todos os educadores do município e cidades da região. A servidora ganha R$ 9.106,04 pelas funções cumpridas no Colégio Estadual Albino Feijó Sanches e mais R$ 5.189,65 por ocupar o cargo de chefia no governo Beto Richa (PSDB). O vencimento total da professora, de acordo com informações do Portal da Transparência do Governo do Paraná, é de aproximadamente R$ 14,3 mil mensais.

Os dados referentes ao mês de maio, atualizados pelo governo nesta segunda-feira (1º), se mostram bem diferentes dos conferidos pela reportagem na última semana, quando o portal trazia os vencimentos dos professores referentes ao mês de abril.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Pelos dados antigos, o maior salário não era da chefe do NRE, e girava em torno dos R$ 16,1 mil. O portal mostrara, ainda, que 106 professores receberam acima de R$ 10 mil em Londrina no mês passado. Já os dados atualizados derrubaram para 68 o número de docentes com ‘supersalários’.

Conforme o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Paraná (APP-Sindicato), o valor dos vencimentos dos professores foi maior em abril por conta do pagamento, por parte do governo, de pendências trabalhistas, como o terço de férias, 13.º salário e horas extras.

O poder público destacou os salários dos professores no Portal da Transparência na última semana, depois de a categoria rejeitar, de forma veemente, o reajuste salarial de 3,45% oferecido e continuar em greve no estado.

Portal Guaíra com informações do Bonde News/CGN