Lígia Fernandes Silva, de 44 anos, foi morta na tarde de terça-feira (5) após ter sido baleada por um atirador que invadiu a paróquia onde a mulher estava. Caso aconteceu na Paróquia São Luiz Gonzaga, na avenida São João da Zona Leste de Londrina.

Testemunhas informaram que o homem entrou no templo, e se deslocou até o refeitório onde a vítima estava, atirou pelo menos cinco vezes contra a mulher, que fazia faxina no ambiente. Após o crime o acusado fugiu do local e ainda não foi localizado pelas autoridades.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

As informações são de que o atirador, um ex-companheiro da vítima que não aceitava o término do relacionamento. Ele, que saiu recentemente da cadeia e tem passagens pela polícia, já teve um boletim de ocorrência registrado em seu nome, feito pela mulher.

A Polícia Civil seguirá com investigações.

Portal Guaíra com informações do Maringá na Hora