O corpo de um bebê foi encontrado na noite da última sexta-feira (11), dentro de uma sacola de plástico no aterro sanitário de Paranaguá, no litoral do estado. De acordo com informações de policiais, a criança foi localizada por funcionários do local, que perceberam uma movimentação atípica dos urubus.

Ao se aproximarem de um saco plástico, encontraram o bebê já sem sinais vitais. Os funcionários espantaram as aves e isolaram o local até a chegada da polícia.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Aterro sanitário
O proprietário do aterro, que fica localizado no bairro Alexandra, em Paranaguá, recebeu a informação sobre os funcionários terem encontrado o cadáver e acionou a Polícia Militar (PM).

Membros da Polícia Civil também foram até o local e iniciaram as investigações. De acordo com os policiais, o bebê tinha ferimentos na região da cabeça e do tórax, que podem ter sido causados pelos urubus.

Ainda não há informações de como o corpo da criança foi parar no aterro e nem a idade da vítima – a suspeita é de cerca de 6 meses de vida. O aterro na região do Rio das Pedras recebe resíduos do litoral e também de algumas cidades da Região Metropolitana de Curitiba. O corpo da criança foi recolhido pelo Instituto Médico Legal (IML).

Portal Guaíra com informações da Ric Mais