Time boliviano soube correr sozinho na altitude de La Paz, abriu 2 a 0 em 14 minutos e superou o Inter (foto: AFP)

O Internacional não resistiu à altitude de La Paz e ao bom futebol do Strongest em sua estreia na Libertadores. Com um primeiro tempo apático e um segundo em que sofreu os efeitos da altitude 3.600 da capital boliviana, o Colorado levou 3 a 1, em partida na qual foi amplamente dominado. Chumacero, duas vezes, e Ramallo marcaram os gols do time da casa. D’Alessandro, de pênalti, descontou. Para piorar as coisas, Nilmar foi expulso e não enfrentará a Universidad de Chile no dia 26, no Beira-Rio.

O primeiro tempo foi totalmente dominado pelos bolivianos, que impuseram um ritmo muito forte. Aos 14 minutos, já venciam por 2 a 0, e poderiam ter aberto diferença maior. Não conseguiram, e viram o Inter diminuir na volta da etapa final e ter chances de empatar. O Strongest, porém, logo retomou o ritmo inicial, fez 3 a 1 e acabou o jogo perdendo a chance de emplacar uma goleada.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Com o placar, o Inter é o lanterna do grupo pelo saldo de gols, com zero ponto, como a Universidad de Chile. O Colorado buscará recuperação diante dos chilenos na semana que vem, mas antes, no domingo, visita o São Paulo-RS, pelo Gauchão. O Strongest, por sua vez, fará um confronto de líderes com o Emelec na próxima terça, em Guayaquil.

Time boliviano soube correr sozinho na altitude de La Paz, abriu 2 a 0 em 14 minutos e superou o Inter (foto: AFP)
Time boliviano soube correr sozinho na altitude de La Paz, abriu 2 a 0 em 14 minutos e superou o Inter (foto: AFP)

Portal Guaíra com informações da Gazeta Esportiva