O porto de Beirute, no Líbano, foi alvo de uma forte explosão na terça-feira (4). Segundo o ministro da Saúde do país, Hamad Hasan, dezenas de pessoas morreram e milhares ficaram feridas.

A principal hipótese é que um acidente em depósitos de material inflamável teria provocado a explosão. O grupo xiita Hezbollah e o governo de Israel negaram relação com o episódio.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Líbano – Explosões no porto de Beirute, causam grande destruição (vídeos)

Em pronunciamento, o primeiro-ministro libanês, Hassan Diab, disse que o incidente não ficará sem solução. “Os responsáveis pagarão o preço”, disse. “Fatos sobre esse armazém perigoso, que está lá desde 2014, serão anunciados, mas não vou me adiantar em relação às investigações.”

Mais de 30 equipes da Cruz Vermelha foram ao local para resgatar os feridos. A situação nos hospitais da cidade é caótica.

Segundo a CNN, a explosão gerou abalos sísmicos semelhantes às causadas por um terremoto de magnitude 3.3.

Uma nuvem vermelha pairou sobre a cidade após a explosão, enquanto equipes de bombeiros corriam para o local para tentar apagar o fogo.

O governador de Beirute, Marwan Abboud, disse que a situação o lembra de Hiroshima e Nagasaki, cidades japonesas onde foram lançadas as bombas atômicas. “Essa é uma catástrofe nacional”, disse.

As informações são da CNN Brasil