Joice Andrade, Miss Brasil Globo 2011 (foto: O Presente)
Joice Andrade, Miss Brasil Globo 2011 (foto: O Presente)

Muitas cidades da região promovem todos os anos ou pelo menos a cada dois, o concurso para a escolha da representante maior da beleza.

Guaíra já teve representantes que foram além de nossa cidade e tiveram a oportunidade de representar nosso Estado quando eleitas: Miss Paraná, caso da Elianara Falci em 2000 e Joice Andrade 2011; e Miss Brasil Globo 2011, concurso vencido por Joice Andrade.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Vale lembra também, que por muitos anos dois concursos eram aguardados com muita ansiedade pelas jovens guairenses, Miss Comercio (que teve sua ultima edição entre 93 e 95) e o Miss Guaíra Oficial até 2004.

Porém, já alguns anos esses dois concursos foram perdendo seus encantos, foram deixados de lado e já não eram mais realizados com assiduidade, desta forma, o sonhos das belas meninas de nossa cidade se perderam com eles.

Como forma de resgatar esse momento magico e criar novamente o habito das jovens guairenses em se preparar para, quem sabe um dia, nos representar com suas belezas, o executivo enviou para a Câmara de Vereadores o projeto 040/2013 que visava instituir o concurso Miss Guaíra como evento oficial do município, prevendo a data de sua realização e quais os recursos disponíveis para ele.

Na noite dessa segunda-feira (16), durante a 21ª sessão ordinária, o projeto entrou em pauta e foi rejeitado pela maioria dos 11 vereadores, ou seja: Sandro Sabino Borges, Rossano França Triches, Osvaldino da Silveira, Ademílson Simião, Rosana de Lima Brizzi e Mirian Teleste disseram não concordar com os recursos que seriam destinados ao evento.

Alguns deles usaram a tribuna para justificar seus votos. A principal é contrária à destinação de recursos ao evento. O projeto previa a destinação de até 30 mil reais para a realização do concurso anualmente e mais 5 mil para premiação das candidatas selecionadas. Para os vereadores contrários, esse valor deveria ser aplicado em áreas prioritárias, como a Saúde.

Agora ficam os questionamentos: Será que sem essa ajuda da prefeitura alguma outra entidade guairense – como foi o caso do Rotary Clube por longos anos – terá vontade de assumir esse compromisso? Seria mais fácil “indicar” uma Miss ao invés de promover um concurso com altas despesas? Quem sabe um concurso mais “popular” como o que antecedeu a Festa das Nações?

Enfim, se os vereadores são eleitos pelo povo e se dizem representantes deles, será que esses eleitores foram consultados sobre esta questão?

Como o projeto foi rejeitado já na primeira discussão, ele está reprovado e será devolvido ao Executivo.