Na semana da “37ª Festa das Nações” após dialogo com setores competentes do município,  o vereador Almir Bueno encaminhou indicação nº 69/2013 aprovado em plenário ao executivo para a realização de estudo, planejamento e ações junto à SEMEC e afins, para coordenação de projetos com foco na Festa das Nações no sentido de “RESGATE HISTÓRICO DA FESTA QUE HÁ 37 ANOS AGLUTINA A COMUNIDADE EM DEFESA DOS MAIS NECESSITADOS”, em especial o resgate fotográfico, vídeo e livro na comemoração dos seus 38, 39, 40 anos e posterior. 

almir-bueno
Almir Bueno, vereador

A indicação solicita conforme segue:
a) Resgate fotográfico, vídeos e depoimentos de pessoas envolvidas nos 37 anos de Festa das Nações;

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

b) Utilização do material coletado para publicação de livro, exposição fotográfica e filme-documentário;

c) Fomento da cultura das Nações da festa durante todo o ano com eventos temáticos, workshop e apresentações artísticas;

d) Fornecimento para alunos regularmente matriculados em escolas de nossa cidade, projetos sociais e afins, aulas de danças, músicas típicas e outras oportunidades culturais com relação às Nações representadas em nossa festa.

Almir Bueno relatou na justificativa que a Festa das Nações, em sua 37ª. Edição, traz consigo uma marca histórica dos pioneiros que queriam promover a cultura dos povos e beneficiarem entidades filantrópicas de nossa Cidade.

Como o maior evento cultural de nossa Cidade, é justo que tenhamos um arquivo desta memorável festa, aproveitando que ainda temos o privilégio de contar com muitos de seus fundadores-pioneiros vivos, para narrarem todo o momento histórico da mesma e, assim, em especial o resgate fotográfico, vídeo e livro na comemoração dos seus 38, 39 e 40 anos e assim por diante, podermos mostrar todo esse trabalho e que poderá ficar disponível itinerante nas escolas e no museu municipal.

Também como uma forma de incentivar a cultura dos povos é importante o comprometimento da administração municipal em fornecer aulas de dança e músicas típicas das Nações que compõem a festa, entre elas: Árabe, Portuguesa, Japonesa, Alemã, Italiana, Brasileira e Paraguaia.

Não menos importante seria o fornecimento de cursos de culinária típica na Escola do Trabalho para que essa mão-de-obra seja utilizada pelo comércio local e nos eventos.

O vereador agradeceu em especial ao diretor de cultura pelo apoio no dialogo e ações que realizadas nesta 37ª festa das nações, onde  foi apresentado um relatório de pesquisa com diversos grupos e apresentações solo para o real incentivo a cultura em nossa cidade, nas áreas de canto, dança e muito mais.

A coordenação central desta edição da festa, esperamos com estas sugestões e indicação acima de tudo, uma busca pela memória essencial da festa que há alguns anos se perdeu, que é a cultura, culinária e as tradições das Nações através de suas etnias, que fazem desta festa a sua existência, resgatando também o reconhecimento e valorizando os pioneiros e demais pessoas que até a presente data se dedicaram por esta causa nobre do nosso município.