A vereadora Franciele Danelon usou a tribuna essa semana, para esclarecer a denúncia realizada pelo vereador Sandro Sabino Borges, sobre a ausência da enfermeira designada para o Posto de Saúde da Família de Bela Vista. Ela esclarece que, em contato com o secretário de Saúde, foi informada de um pedido da enfermeira para se ausentar por 12 dias, pedido negado pela Secretaria, por entender que a ausência não se justificava. Franciele afirma que o Executivo não autorizou essa viagem e que a enfermeira foi negligente e será punida com o desconto dos dias não trabalhados de seu salário.

Franciele aproveitou para falar sobre a rejeição do projeto de Miss Guaíra. Ela votou favorável, junto com os vereadores Tereza Camilo dos Santos, Valberto Paixão, Almir Bueno, Getúlio Benites Centurião. A vereadora diz que a intenção do projeto era resgatar um importante concurso que há muito tempo não existe e estabelecer o cunho social dele, uma vez que a entidade responsável por sua realização seria o PROVOPAR, que também receberia os lucros com ingressos, patrocínios, inscrições, revertendo esses valores para os programas sociais que desenvolve.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Às jovens que sonhavam com a realização do concurso, Franciele deixa claro que a rejeição do projeto não foi unânime e pede aos vereadores que justifiquem também a essas jovens sua posição, que, para Franciele, é uma demonstração do posicionamento político que tem se desenhado pela oposição.

Franciele Danelon, vereadora
Franciele Danelon, vereadora

Fonte: Assessoria