ad

Vereadores e representantes do Executivo participaram na manhã de quinta-feira (30), de uma reunião para discutir a implantação do ossário municipal. Estiveram presentes os vereadores Almir Bueno, Getúlio Benites Centurião, Rosana de Lima Brizzi e Mirian Teleste, o secretário de Administração João Fernando Grecillo, Luiz Roberto Jardim e Mauro de Lima, também da Secretaria de Administração e a arquiteta Fernanda Bialeski, da Secretaria de Planejamento.

reuniao-ossario10

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

A pauta da reunião foi a construção de um ossuário no Cemitério Municipal. O principal objetivo é a liberação de mais espaço para novas sepulturas no cemitério, que hoje conta com apenas 45 vagas. Com a implantação do ossuário serão disponibilizadas 700 vagas, aumentando a vida útil do cemitério.

O projeto inclui a construção de um ossuário de granito (material a ser definido), com 220 metros quadrados, com pequenos nichos para abrigar os restos mortais individualmente, acondicionados de forma adequada. Todo o trabalho de retirada dos ossos, acondicionamento, transporte e realocação serão de responsabilidade do Município de Guaíra, bem como a construção do ossuário e sua manutenção, sem qualquer custo aos familiares.

No último dia 27, foi publicado o decreto 033/2014 notificando as famílias sobre as ossadas que devem ser removidas, todas pertencentes à quadra 5, uma das que mais atendem aos critérios estabelecidos através da Lei complementar 03/2008. Dentre os critérios, estão os túmulos sem identificação, a não-manutenção deles por mais de 3 anos e o sepultamento há mais de 10 anos. No local em que a retirada de ossadas está prevista, há poucos túmulos construídos, em geral há apenas placas numeradas, muitas delas sem nenhum dado sobre o sepultado ou com dados ausentes, no caso de natimortos.

reuniao-ossario9

reuniao-ossario11

reuniao-ossario12

As famílias tem 60 dias, a contar da publicação desse decreto (em 27 de janeiro) para entrar em contato com o Município e complementar informações ou requerer os ossos. Passado esse prazo, devem ser realizadas as licitações necessárias à execução da obra. A previsão é de que a construção do ossuário esteja finalizada até novembro, no dia dos finados.

É possível consultar a lista dos túmulos no seguinte link, retirado do Diário Oficial:

http://www.camaraguaira.pr.gov.br/wp-content/uploads/2014/01/ossuário4.pdf

reuniao-ossario

reuniao-ossario2

reuniao-ossario3

reuniao-ossario4

reuniao-ossario5

reuniao-ossario6

reuniao-ossario7

reuniao-ossario8