O Ministério da Defesa informou nesta segunda-feira, 7, que será encaminhado ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) na próxima quarta-feira, 9, o relatório do trabalho de fiscalização do sistema eletrônico de votação das eleições 2022. O procedimento foi feito por uma equipe de técnicos militares das Forças Armadas.

Em 19 de outubro, a Defesa disse, por meio de um documento, que o relatório de fiscalização das urnas seria enviado à Justiça Eleitoral apenas após o segundo turno das eleições.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Na época, a resposta foi direcionada ao presidente do TSE, ministro Alexandre de Moraes, que havia solicitado os documentos sobre o processo eleitoral.

As Forças Armadas acompanharam o processo eleitoral depois de um pedido e questionamentos do presidente Jair Bolsonaro (PL) referentes ao sistema eletrônico de votação.

O documento é aguardado e vai atestar ou não a lisura das urnas, segundo a Defesa.

Portal Guaíra com informações da Jovem Pan