A Usina de Itaipu, em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, bateu o recorde de produção de energia do mês de abril desde que iniciou a geração, em maio de 1984. Na terça-feira (30), a hidrelétrica atingiu a marca de 8,82 milhões de megawatts-hora (MWh), volume só menor que o dos meses de julho de 2012, com um total de 9.108.853 de MWh, e de março deste ano, com 8.856.300 de MWh.

A Itaipu é a maior usina de geração de energia elétrica do mundo e, com 20 unidades geradoras e 14.000 MW de potência instalada, em 2012 foi responsável pelo abastecimento de 17,3% de toda a energia consumida pelo Brasil e de 72,5% do Paraguai.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

itaipu-recorde

Em 2013, a geração somada passa de 33.550.328 de MWh, já maior que o acumulado no mesmo período de 2012 (32.785.281), ano em que a binacional registrou um novo recorde mundial, com 98,3 milhões de MWh. A vantagem em relação ao mesmo período de 2012 é de mais de 750 mil megawatts, ou 2,33%, o que representa 68 horas e 22 minutos de produção a mais.

A geração acumulada nos primeiros quatro meses de 2013 seria suficiente, por exemplo, para suprir o consumo de eletricidade do estado do Paraná por um ano e dois meses. Seria suficiente, também, para atender ao consumo da região Centro-Oeste durante um ano, suprir 43% do consumo anual do Nordeste ou ainda seria suficiente para atender 85% de todo o consumo anual do estado do Rio de Janeiro.

Desempenho
De acordo com o superintendente de Operação de Itaipu, Celso Torino, o bom desempenho é resultado de uma série de ações estruturantes adotadas em 2012 em conjunto entre a binacional, Eletrobras, Ande do Paraguai, Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), Furnas e Copel. Isso tudo, somado à demanda do Brasil e do Paraguai, permitiu que a Itaipu “aproveitasse cada gota de água que chega até a usina para a geração de energia”, observa.

Fonte: Portal Rondon/G1