Uma mulher de 22 anos foi morta supostamente pelo marido, no inicio da tarde de quinta feira (10) em Iporã.

Por volta das 15h, um homem ligou para a Policia Militar dizendo que havia recebido uma ligação do seu filho, que transtornado, disse que teria matado a esposa.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Na Companhia do homem, sogro da suposta vítima, policiais militares, agentes da Defesa Civil e guardas municipais foram ate a residência, na Rua Pedro Álvares Cabral, 500, Alto da Sambra, onde confirmaram o ocorrido.

Na cozinha da casa os policiais encontraram a vítima morta, Verônica Rosa Branzon, 22 anos tinha marcas no pescoço e provavelmente foi morta por estrangulamento.

Segundo informações a mulher trabalhou ate por volta das 12h, na Empresa Guardanapos Nobre, onde era funcionária, foi almoçar, e não retornou.

O marido é o principal suspeito do crime, Andreo Laera, 33 anos, após o ocorrido foi ate a creche onde estavam os filhos do casal, duas crianças, de dois e três anos, pegou os mesmos e desapareceu.

A policia e a Guarda Municipal fizeram buscas para tentar encontra-lo, mas sem êxito ate o momento.

homicidio-ipora2

Redação Portal Guaíra