Imagina se a moda pega. Convidados que confirmaram presença e não compareceram à festa de casamento receberam uma fatura equivalente a R$ 1.250 pelos prejuízos que causaram aos noivos, agora marido e mulher.

O valor, segundo consta no comunicado enviado junto com a fatura, é para cobrir os custos excedentes da cerimônia, preparada para o número de convidados tal qual constava na lista de confirmações.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Os recém-casados Doug Simmons, 44 anos, e Dedra McGee, de 43, disseram que não se trata de dinheiro, e sim de uma “mágoa” que os convidados lhes causaram. A cerimônia foi preparada para mais de 100 participantes, mas o número de presentes foi bem menor.

“Quatro vezes perguntamos: ‘Você está disponível para vir, você pode ir? ‘ E eles continuaram dizendo’ Sim ‘”, contou Doug, que é empresário. “Tivemos que pagar adiantado e foi um casamento realizado na Jamaica.”

“Ninguém me disse nada ou me mandou uma mensagem: ‘Ei, não podemos ir’”, afirmou. “Isso é tudo que eu estava pedindo. Se você me disser que não pode vir, eu seria compreensivo – mas não fique sem falar nada e ainda faça com que eu pague por você e pelos seus. Quatro pessoas se tornaram oito pessoas. Eu levei isso para o lado pessoal.”

Uma foto da fatura chamou atenção nas redes sociais durante esta semana. Na mensagem, os recém-casados escrevem: “Como você não ligou ou nos deu a devida notificação de que não compareceria (ao casamento), este valor é o que você nos deve pelo pagamento antecipado de seu(s) assento(s)”.

O casal também deu opção para os “devedores” quitarem o valor pelo Zelle ou o PayPal. “Entre em contato conosco e informe qual método de pagamento funciona para você. Obrigado!”.

A postagem dividiu diversas pessoas nos comentários. “Eu entendo estar chateado com a falta de convidados para um casamento pequeno, mas enviar uma fatura é demais”, escreveu uma. “US$ 240 é muito para se desperdiçar”, opinou uma internauta.

O caso foi registrado em Chicago, nos Estados Unidos.

Portal Guaíra com informações do UOL