Em 11 jogos disputados, Guaíra venceu oito, empatou uma e perdeu apenas duas vezes

[dropcap color=”#1e73be”]O[/dropcap] Troféu Difusora/ Sicoob de Futsal tem um novo campeão. Pela primeira vez em 42 anos de história da competição, Guaíra levantou a taça da mais tradicional torneio do salonismo regional. A conquista veio nessa quinta-feira (28), no ginásio Ney Braga, em Marechal Rondon, com a vitória nos pênaltis sobre a Jaclani Esportes/Cataratas Empreendimentos por 2 a 0, após derrota no tempo normal por 4 a 2 e empate na prorrogação por 1 a 1. Com o título, a equipe comandada pelo técnico recebeu o prêmio de R$ 4 mil. Em 11 jogos disputados, Guaíra venceu oito, empatou uma e perdeu apenas duas vezes.

O jogo

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Se na partida de ida Guaíra venceu por 5 a 0 de maneira tranquila, desta vez a história foi diferente, e não faltou drama no último jogo do Troféu Difusora 2018. Logo aos 6’, o árbitro Ademir Santana viu uma agressão de Vinicius em Luizinho e mostrou cartão vermelho para um dos principais jogadores da equipe de Guaíra, que conseguiu segurar os dois minutos seguintes sem sofrer gol, com destaque para o goleiro Bruno, que fez boas defesas nos chutes de Lucas e Paulinho. Nas poucas vezes que Guaíra chegou ao ataque na etapa inicial, Matter parou no goleiro Luiz, que ainda fez um milagre na cabeçada à queima-roupa de Jean Paraguaio.

No início do segundo tempo, Bruno e Luiz voltaram a trabalhar bem em chutes de Lucas e Matter, respectivamente. De tanto insistir, o camisa 11 de Guaíra finalmente balançou a rede do time rondonense. Aos 7’03’’, Matter tabelou com Jeffinho na direita e mandou no ângulo para abrir o placar. A vantagem que já era boa ficou ainda melhor aos 9’47’’, quando Jean Paraguaio recebeu na direita e cruzou para Marlon completar na segunda trave e explodir o torcedor guairense que foi a Marechal Rondon. Depois do segundo gol, porém, Guaíra se desconcentrou e permitiu a reação da Jaclani. Aos 10’02’’, Osmarzinho pegou a sobra na entrada da área e chutou cruzado no canto direito: 2 a 1. Aos 12’26’’, Lucas recebeu de Bolha na direita e mandou no alto para deixar tudo igual. Aos 13’, Matter roubou a bola de Perachi no ataque e quase fez o terceiro para Guaíra, mas Luiz salvou duas vezes. Do outro lado, Bruno, um dos destaques de Guaíra na decisão, desta vez falhou. Aos 15’49’’, Iago chutou rasteiro e o camisa 1 de Guaíra aceitou: virada da Jaclani. Nos minutos finais, Bruno se lançou ao ataque na tentativa de fazer o gol do título, mas quem voltou a marcar foi a Jaclani, com Caio, chutando de longe para a meta vazia a 16 segundos do fim e decretando a prorrogação.

Embalados pela virada no tempo normal, os rondonenses começaram com tudo no tempo extra e precisaram de apenas 13 segundos para marcar. Após linda assistência de Lucas, Jove recebeu na entrada da área e tocou com categoria na saída de Bruno. Mas Guaíra não desistiu. Aos 3’ da etapa final, Matter chamou a responsabilidade, e após fazer linda jogada individual na direita, bateu cruzado para deixar tudo igual na prorrogação. Nos minutos finais, Guaíra teve duas cobranças de tiro-livre para virar o placar e garantir o título, mas desperdiçou ambas: Matter parou em Luiz e Jeffinho mandou por cima. Pênaltis à vista.

Se a noite era para terminar em drama, nada melhor que penalidades máximas. O titular do gol, Bruno, deu lugar ao reserva Marcelo, mas o maior aliado de Guaíra foi a trave. Perachi e Jove carimbaram o poste nas duas primeiras cobranças da Jaclani. Do outro lado Marlon e Jeffinho foram precisos: 2 a 0 e título inédito para Guaíra, com direito a ‘invasão’ de quadra da torcida para comemorar junto com os jogadores, comissão técnica e autoridades municipais.

Ficha técnica – Guaíra Futsal (2) (1) 2 x 4 (1) (0) Jaclani Esportes/ Cataratas Empreendimentos

Local e data: ginásio Ney Braga/ Marechal Rondon – 28/06/18

Arbitragem: Marcio Sauer, Ademir Santana, Diego Hammes e Ivo Weber

Guaíra: Bruno, Jeffinho, Vinicius, Matter e Marlon; João, Jean Paraguaio, Jeffer, Gustavo, Eduardo, Heverton, Marcio e Marcelo. Técnico: Tê

Jaclani: Luiz, Jove, Lucas, Perachi e Caio; Bolha, Paulinho, Osmarzinho, Iago, Luizinho, Pink, Andrezinho, Cris Bortolon, Thomas e Bahia. Técnico: Roberto Nunes

Gols: Guaíra: Matter (2) e Marlon/ Jaclani: Osmarzinho, Lucas, Iago, Caio e Jove

Palavra dos campeões

Tê – técnico

“Estou tão feliz que nem tenho palavras. Quero agradecer meus atletas, minha família, minha esposa que entende nosso trabalho, a prefeitura de Guaíra, através do prefeito Heraldo e da secretária Camila por sempre ter nos ajudado. Foi sofrido pra caramba, perdemos dois jogadores durante a partida e conseguimos superar. Esses piás merecem, estão todos de parabéns”.

Matter – pivô, dois gols na final

“A emoção desse título é muito grande. Se estamos chorando é de felicidade. Sempre quis fazer o melhor para minha equipe. Guaíra mereceu esse título. É campeão!”

Bruno – goleiro com grande atuação nas finais

“Acabei falhando no terceiro gol deles, mas graças a essa falha essa partida foi inesquecível, com prorrogação, depois pênaltis. Não me senti confortável para defender os pênaltis, e passei a responsabilidade pro Marcelo, que é um ótimo goleiro, e graças a Deus deu tudo certo no final. É uma honra fazer parte da conquista deste título inédito para Guaíra”.

Camila Terron – secretária de Turismo, Esporte e Cultura

“O ponto principal do nossos governo é resgatar o esporte de Guaíra, que estava adormecido há muito tempo. A conquista inédita desta competição que acontece há 42 anos tem um gosto maravilhoso, e agora é isso, seguir trabalhando. Obrigada galera de Guaíra, ais atletas que se dedicaram, professor Tê, toda a delegação, às famílias que apoiam e ao prefeito Heraldo Trento que tem apoiado nossa secretaria, incentivando todas as modalidades esportivas. E agora esperamos a próxima competição lé em Guaíra, em nosso ginásio, se Deus quiser”.

Heraldo Trento – prefeito de Guaíra

“Quando falamos de esporte estamos falando de saúde, de respeito ao cidadão, disciplina, determinação, valores importantes para a vida de crianças e jovens. Estamos falando também da questão social, na medida que você incentiva o esporte, indiretamente está tirando os jovens de um possível descaminho, de coisas erradas. Somos uma cidade de fronteira e estamos preocupados com essa situação, e resolvemos aplicar todos nossos esforços para que Guaíra produza atletas competitivos. Para mim não é surpresa o que essa equipe de futsal que o professor Tê está cuidando com muito carinho tem alcançado, e cabe a nós apoiá-los, que é o que nossa administração tem feito. Quero parabenizar e muito toda nossa equipe de Esporte, Turismo e Cultura, que tem feito um grande trabalho em todas as modalidades. Estamos providenciando para que nosso ginásio seja um dos melhores da nossa região. Nesta semana iremos dar a segunda ordem de serviço, com recursos próprios, pois a primeira envolvia recursos federais. Devemos isso à cidade de Guaíra. Vamos fazer uma ampla e verdadeira reforma, com custos para o município de mais de R$ 1 milhão, que foi o valor da licitação da empresa vencedora. Vamos deixar aquele ginásio bonito, e se Deus quiser vamos fazer uma próxima final em casa. Parabéns aos atletas e vamos em frente porque esse é o caminho”.

Premiações

Campeão: Guaíra Futsal – R$ 4 mil

Vice-campeão: Jaclani Esportes – R$ 2,5 mil

3º lugar: Entre Rios Futsal – R$ 750,00

4º lugar: Quatro Pontes – R$ 750,00

Artilheiro: Inácio/ Mercedes – 13 gols

Goleiro menos vazado: Juninho/ Entre Rios – 12 gols sofridos

[images cols=”five” lightbox=”true”]
[image link=”138637″ image=”138637″]
[image link=”138638″ image=”138638″]
[image link=”138639″ image=”138639″]
[image link=”138640″ image=”138640″]
[image link=”138641″ image=”138641″]
[image link=”138642″ image=”138642″]
[image link=”138643″ image=”138643″]
[image link=”138644″ image=”138644″]
[image link=”138645″ image=”138645″]
[image link=”138646″ image=”138646″]
[image link=”138647″ image=”138647″]
[image link=”138648″ image=”138648″]
[image link=”138649″ image=”138649″]
[image link=”138650″ image=”138650″]
[image link=”138651″ image=”138651″]
[image link=”138652″ image=”138652″]
[image link=”138653″ image=”138653″]
[image link=”138654″ image=”138654″]
[image link=”138655″ image=”138655″]
[image link=”138656″ image=”138656″]
[image link=”138657″ image=”138657″]
[image link=”138658″ image=”138658″]
[image link=”138659″ image=”138659″]
[image link=”138660″ image=”138660″]
[image link=”138661″ image=”138661″]
[image link=”138662″ image=”138662″]
[image link=”138663″ image=”138663″]
[image link=”138664″ image=”138664″]
[image link=”138665″ image=”138665″]
[image link=”138666″ image=”138666″]
[image link=”138667″ image=”138667″]
[image link=”138668″ image=”138668″]
[image link=”138669″ image=”138669″]
[image link=”138670″ image=”138670″]
[image link=”138671″ image=”138671″]
[image link=”138672″ image=”138672″]
[image link=”138673″ image=”138673″]
[image link=”138674″ image=”138674″]
[image link=”138675″ image=”138675″]
[/images]

Gustavo da Cunha especial para o Portal Guaíra