Uma proposta para obrigar estudantes adolescentes a fazerem testes de virgindade causou indignação na Indonésia.

Muhammad Asyid é o autor da proposta e é diretor-chefe do escritório de Educação do distrito de Prabamulih. Segundo ele, o objetivo é desencorajar o sexo antes do casamento e evitar a prostituição.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Autoridades indonésias rejeitaram a proposta por ser antiética. O ministro da Educação da Indonésia, Mohammad Nuh, também foi contra o teste. “E se não forem mais virgens? Não vão mais poder frequentar a escola?”, questionou.

O integrante da Comissão Nacional de Proteção à Criança, Aris Merdeka Sirait, criticou o teste de virgindade. “A perda da virgindade pode acontecer por vários fatores, entre eles a prática de determinados esportes e problemas de saúde, entre outros. Somos contrários a esse tipo de iniciativa.”

A Indonesia é um país predominantemente islâmico, com mais de 200 milhões de muçulmanos.

bandeira-da-indonesia1

Fonte: Assessoria/Daily Mail