Permanece sem identificação oficial no Instituto médico Legal de Toledo, o corpo da jovem assassinada com um tiro na cabeça no último final de semana em Guaíra.

No sábado, os Policiais Militares foram chamados para comparecer na Avenida Pernambuco, onde conforme denuncia anônima, havia um cadáver de mulher dentro da tubulação de água. O local foi isolado até a chegada da polícia técnica.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Moradores informaram que a vítima seria usuária de drogas e foi identificada na ocasião apenas por Aline.
O cadáver da jovem foi encaminhado ao Instituto Médico Legal de Toledo, onde ainda aguarda identificação.

Familiares da vítima não foram encontrados e o assassinato está sendo investigado pela Polícia Civil.

Conforme as primeiras informações levantadas pelo IML, possivelmente a identidade da jovem seja Aline Patrícia da Silva, de 19 anos de idade.

Ele seria filha de Maria Inácia da Silva, que foi morta a facadas pelo seu amásio em 2011, na cidade de Toledo.

A vítima teria familiares na região, mas até o momento, ninguém foi ao IML para fazer o reconhecimento.

A jovem que seria usuária de drogas, estava morando em Guaíra, onde acabou sendo assassinada.

O Instituto Médico Legal ainda aguarda a presença de alguém da família, para que o reconhecimento seja feito de forma oficial.