ad

Um homem recolheu e guardou os ossos da mão da própria filha que foi assassinada e teve o corpo queimado em novembro, em Curitiba. Ele trouxe a macabra lembrança para Cascavel e pretendia que fosse enterrada com ele quando morresse.

Tudo começou depois que Mirian Cátia Messias, 17, foi assassinada. O corpo da jovem foi queimado após o crime pelo autor do homicídio. O pai da jovem conseguiu localizar o corpo e levou os ossos da mão e alguns pertences da garota, sem o conhecimento da polícia. De acordo com a polícia, o homem sentia remorso por ter ficado vários anos longe da filha.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

O suspeito pela morte da garota é o ex-marido dela, que ainda é procurado pela polícia.