Com base no novo boletim epidemiológico divulgado na tarde de ontem pela Sesa (Secretaria Estadual de Saúde), a região Oeste do Paraná já contabiliza sete mortes por conta da gripe A neste ano.  Seis são de Cascavel e foram causadas pelo vírus H1N1. a sétima é de Matelândia e foi provocada pelo vírus influenza B.

O novo boletim traz um acréscimo de quatro novos óbitos, que se somaram a outros três da semana anterior. Segundo a 10ª Regional da Saúde, todas as vítimas de Cascavel residiam na cidade, tinham acima de 50 anos e possuíam alguma doença pré-existente crônica que potencializou a ação do vírus.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Dessa forma, das seis novas mortes causadas por gripe em todo o Paraná – incluindo outros vírus além do H1N1 – 50% estiveram concentradas em Cascavel.

Ainda com base nas informações da 10ª Regional, essas mortes foram registradas entre os dias 21 de junho a 9 de julho. Os exames foram realizados pelo Lacen (Laboratório Central do Estado) em Curitiba, que também investiga outros dois óbitos suspeitos.

Panorama estadual

Em todo o Paraná foram registradas até o momento 38 mortes por gripe, o que significa que Cascavel é responsável por 18% dos óbitos.

Casos de gripe

Até o momento, são 906 casos confirmados da doença em todo o Paraná, sendo 417 causados pelo vírus Influenza A H1N1, 348 pelo Influenza B e 138 pelo Influenza A H3N2. Na 10ª Regional de Saúde – com abrangência em 25 municípios – foram até o momento 74 diagnósticos positivos.

  • Cascavel responde por 18% das mortes por gripe do Paraná
  • 74 pessoas já contraíram a doença na 10ª Regional
  • Duas mortes ainda estão sob investigação

_capagripe

Fonte: Juliet Manfrin/O Paraná