[dropcap color=”#dd9933″]N[/dropcap]a tarde de ontem (15), o Secretário de Infraestrutura, Sinomar Neto, bem como diretores e assessores, estiveram reunidos com os vereadores, a pedido da vereadora Marlene Dallacosta, para discutirem a problemática do descarte irregular de lixo, multas, Ecopontos e usina de reciclagem.

Os vereadores estão mesmo dispostos a ajudar a prefeitura a manter a cidade mais limpa, e há muito tempo estão batendo em cima da prática irregular de descarte de lixo em ruas, terrenos baldios e até nos ecopontos, cobrando até da Secretaria e dos fiscais, mais multa para quem não colaborar.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Sobre os Ecopontos, Guaíra conta hoje com 20 estações, e segundo a vereadora Marlene, é um sistema também perverso, pois o cidadão acha que pode descartar tudo o que quiser, sem problemas. “Eles estão virando depósitos de lixo doméstico, móveis velhos e materiais recicláveis, como um clássico lixão”, disparou.

Para Sinomar, a ideia dos Ecopontos é interessante, pois são estações de entrega voluntária de inservíveis, ou seja, de descarte de lixo de maneira totalmente gratuita e legalizada, com a função de armazenar resíduos como entulhos de construção e galhos. “Mas infelizmente será necessário um trabalho maior de conscientização, pois muitas pessoas desvirtuam totalmente a finalidade do local”, adiantou.

A boa notícia é que em breve Guaíra contará com um sistema de reciclagem porta a porta, para incentivar ainda mais a coleta seletiva. Os moradores receberão “sacos amarelos”, para depositarem lá, tudo o que quiserem descartar, e não sabem como, menos material orgânico. As pessoas terão dia certo para colocarem em frente às casas para o recolhimento.

Não sei se todos já perceberam, mas na Praça Duque de Caxias (praça da feira), já existe um container de reciclagem, assim como as lixeiras que já existem há alguns anos nas principais avenidas, com a opção de lixo orgânico e sólido. Só o que todos esperam agora, é um bom senso da comunidade, porque cada um é responsável pelo seu próprio lixo.

Na Festa das Nações, uma demonstração de reciclagem com montes de latas, papéis e plásticos amassados e amarrados, esteve nos provando que um novo conceito surge no mundo dos negócios, o de economia circular, acompanhado pela necessária preservação do Meio Ambiente. Então, vamos cada um começar a lição de casa, pois já é passada a hora.

Portal Guaíra via Assessoria da Câmara de Vereadores