Na quinta-feira (25), uma equipe de Policiais Militares foi chamada para ir até o Centro Administrativo Municipal (CAM).

No local, em contato com uma vereadora da cidade, ela contou que estava fazendo filmagens e que ao tentar falar com um secretário, acabou sendo expulsa do CAM.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

A vereadora também contou que foi segurada pelo braço pelo secretário que a ameaçou.

Ainda no Boletim de Ocorrências registrado pela vereadora, consta que haviam 28 servidores de diversos departamentos no local, sendo que segundo o responsável pela Vigilância Sanitária teria falado para a vereadora, o CAM estaria interditado devido uma suspeita de coronavírus.

Momentos após os fiscais da vigilância foram até o CAM e pediram para que todos os servidores fossem pra suas casas.

E também, com a chegada da PM, o secretario citado pela vereadora já não estava mais no local.

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Ainda na tarde de ontem (25), o Município de Guaíra publicou uma nota de esclarecimento no Facebook, explicando a situação do CAM:

“A Vigilância Sanitária esclarece que, o Centro Administrativo Municipal (CAM) foi interditado cautelarmente, exceto os serviços de coleta de lixo e o almoxarifado da saúde, que por serem serviços essenciais, continuaram trabalhando com restrições sanitárias.

A interdição ocorreu em virtude de uma servidora que deu entrada no dia 23 junho 2020 na UPA com sintomas sugestivos de infecção por covid-19, com histórico de contato direto com caso positivo para a doença. Após a consulta na UPA, a servidora já foi notificada junto com seus familiares para cumprirem a quarentena. A paciente que está com suspeita de COVID-19 está aguardando o resultado do exame.

Por medidas de prevenção, todos os servidores do CAM e seus familiares deverão cumprir quarentena a partir de hoje (25), até o dia 01 de julho 2020. Esta ação é necessária para conter uma possível transmissão comunitária da doença, caso o resultado seja positivo, já que a servidora trabalhou no local na segunda-feira (22) e até o momento não há o resultado do exame. No dia 01 de julho 2020 todos os servidores do CAM realizarão exames para covid-19 (teste-rápido) para reavaliação das medidas cautelares. Nesta semana serão realizados os serviços de desinfecção da área externa e interna do CAM.”

Redação Portal Guaíra