No final da tarde de domingo (2), por volta das 18h45, a equipe policial foi solicitada para verificar uma situação de lesão corporal.

No local, a PM foi recebida pela solicitante e por seu filho (vítima) que se encontrava com uma lesão no pescoço e necessitava de atendimento médico, sendo então solicitado o SAMU.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Ao ser questionada a respeito dos fatos, a solicitante informou que seu filho havia deixado um celular em uma boca de fumo para quitar dívidas do consumo de entorpecentes usado pelo mesmo, e que neste domingo, seu filho retornou a boca de fumo para entregar o dinheiro e reaver o celular deixado como garantia, porém apos uma discussão com a pessoa, esta lhe deu um golpe de facão na região do pescoço, que resultou em lesão.

De posse das informações, a PM se deslocou ao local do possível paradeiro do autor da lesão, mas ele não fora localizado.

Por outro lado, às 19h45 a equipe policial se deslocou para atender nova ocorrência de lesão corporal, onde a solicitante relatou que estava em seu estabelecimento comercial quando chegou seu ex-convivente (aparentemente alcoolizado) começou a agredi-la verbalmente com palavras de baixo calão e de posse de uma faca a feriu provocando um corte na sua mão direita.

Na sequência fugiu em um Fiat/ Uno de cor prata, tomando rumo ignorado.

Diante dos fatos, foram realizados buscas, porém o autor não foi localizado.

A vítima informou que procuraria atendimento médico e posteriormente daria sequência aos trâmites legais para que o autor fosse responsabilizado pelos seus atos.

Redação Portal Guaíra