[dropcap color=”#81d742″]N[/dropcap]o último dia 26, foi realizado a entrega de uniformes para os Agentes de Endemias e Sanitários, na sede da Guarda Municipal.

Cada servidor recebeu um kit composto por: 3 camisetas, 1 calça jeans, 1 jaqueta de nylon, 1 jaqueta poliéster, 1 blusa de moleton, 1 toalha de rosto, 1 mochilas 25 L, 1 loção de protetor solar com repelente de insetos. Também foram adquiridas botinas, óculos de sol (UVA/UVB), máscaras, respiradores faciais, perneiras, luvas, coletes para fiscalização e bolsa de cintura e coxa, que serão distribuídos aos agentes conforme a necessidade.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Os uniformes foram confeccionados com materiais de qualidade respeitando as estações do ano, o conforto e os serviços executados pelos servidores. Na solenidade de entrega, além dos servidores e estagiários estavam presentes o Prefeito Heraldo Trento, o Secretário de Saúde Marcos Rigolon, o Coordenador de Vigilância Sanitária Julio Cesar Juvenal e a supervisora do Controle de Endemias Ana Rosa Neves.

O prefeito Heraldo Trento parabenizou o brilhante trabalho dos Agentes de endemias na prevenção da saúde da população e salientou que quando os serviços são bem executados o reconhecimento vem com o tempo, reflexo disso é o resultado do último Índice do mosquito Aedes aegypti (LIRA) que deu 0,7 % dentro do recomendado pelo Ministério da Saúde. “_Temos que continuar trabalhando para manter este índice baixo e consequentemente a dengue, zika e Chikungunya”, falou o prefeito.

O Coordenador de Vigilância Sanitária, Julio Cesar Juvenal, ressaltou que os uniformes e EPIs estão sendo entregues anualmente desde 2014 e isso é um grande avanço para a qualidade dos serviços prestados pelos Agentes e reflete diretamente na saúde do trabalhador que é uma das áreas de ação da Vigilância em Saúde.

O Secretário de Saúde falou sobre os investimentos na saúde, principalmente sobre a entrega de veículos novos para o controle de endemias. Frisou da importância dos uniformes para identificação do agente em campo. “_Com uniformes e crachás a população fica mais tranquila em receber o agente em suas casas”, destacou Marcos Rigolon.

Portal Guaíra via Assessoria