O procurador jurídico do município, Wilson da Costa Lopes, recebeu a visita do diretor de Habitação da cidade São Jorge do Patrocínio, Bruno Henrique Tacon.

A visita visa estabelecer uma parceria entre as prefeituras no que se refere ao processo de regularização fundiária (garantir o título de propriedade via escrituração legal). O modelo guairense, iniciado em 2007, foi retomado nesta segunda gestão do prefeito Fabian Vendruscolo e pretende resolver o problema no município.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

guaira

Estima-se que  haja em Guaíra quase 200 imóveis em situação irregular. Em abril, foram dados os primeiros novos passos, na Vila Eletrosul. “Nós vamos ao longo destes quatro anos tentar regularizar todos os imóveis e famílias passíveis de serem contemplados com a ação. Se não conseguirmos regularizar tudo, vamos pelo menos fazer grande parte”, assegura Wilson.

Como o trabalho com a questão fundiária é raro e complexo, Bruno quer usar a experiência guairense para auxiliar os trabalhos na cidade de São Jorge de Patrocínio, que também fica à margem do rio Paraná, nas proximidades de Umuarama. “Li algo sobre o processo de regularização fundiária de Guaíra e resolvi pesquisar. Agora, pretendo levar essa experiência para a minha cidade, que também precisa passar por um processo semelhante”, explicou.

O coordenador de Habitação de Guaíra, Juliano de Oliveira, também acompanhou a visita.

Fonte: Assessoria