PLANTAO-PGNa tarde desta sexta-feira (27), se apresentou na Delegacia de Polícia Civil de Guaíra/PR o jovem Rafael Teleste de Almeida, 20 anos, acompanhado de um advogado. Ele confessou ter dado os disparos que matou Anderson Ferreira dos Santos, 22 anos, na última quarta-feira (25), na Vila São Francisco (Vila dos Pescadores).

Leia também:
Guaíra – Homem é assassinado com três balaços de espingarda calibre 12

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Em depoimento, Rafael contou que na noite de quarta estava “rolando” uma festinha com churrasco em sua residência, localizada na Rua Pirapora, 495, na Vila São Francisco.

Anderson (vítima) chegou acompanhado de um outro rapaz conhecido por Zezinho.

Em dado momento, a vítima pediu uma cerveja e Rafael solicitou que a namorada fosse buscar, porém, Anderson acabou indo atrás da moça.

Gritos foram ouvidos da mulher pedindo ajuda e para que Anderson se afastasse dela – dando a entender que a vítima estaria tentando se aproveitar.

Rafael, então, expulsou o rapaz de sua residência, mas ele continuava em frente a casa e incomodando as pessoas que lá estavam.

Foi então que Rafael pegou uma espingarda calibre .12 e disparou contra  Anderson, que teve o rosto todo desfigurado.

Em ato continuo, o homicida fugiu até o Porto zero 80 e atravessou para o Paraguai, onde vendeu a espingarda, se arrependeu do crime e retornou para se apresentar à Polícia, o que aconteceu hoje à tarde na presença de um advogado.

Como não havia prisão preventiva e já havia passado o período do flagrante, o rapaz foi liberado após ser ouvido na 13ª DRP.

Redação Portal Guaíra