ad

[dropcap color=”#dd3333″]N[/dropcap]a tarde de quinta-feira (06), policiais do BPFron durante patrulhamento na região do Bairro Vila Velha, abordaram um indivíduo em atitude suspeita. Logo descobriram que ele tinha um mandado de prisão em aberto expedido pela Comarca de Cachoeirinha/RS.

Ao chegar na sede da 2ª Cia/BPFron para fazer a devida qualificação, entraram em contato com a Polícia do Rio Grande do Sul para comunicar que haviam prendido o individuo em Guaíra. Em dado momento foram surpreendidos, porque descobriram que ele poderia estar envolvido numa situação de latrocínio (roubo seguido de morte) que deu repercussão nacional. Mesmo com as suspeitas, possui o mandado de prisão.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

O crime ocorreu no dia 16 de fevereiro. A dimensão do fato em nível nacional se deve que a vítima, Paola Serpa Severo, era rainha de bateria de uma escola de samba do Rio Grande do Sul, que inclusive foi a campeã em 2016.

Ao ser indagado do porquê estava em Guaíra, o rapaz disse que tinha um amigo ex-detendo que mora em Guaíra e que foi convidado por ele a se refugiar na cidade.

Diante dos fatos, D. W. O. M.,  recebeu voz de prisão e foi encaminhado para a Delegacia de Policia Civil de Guaíra, onde se encontra à disposição da Justiça.

Redação Portal Guaíra