ad

[dropcap color=”#1e73be”]A[/dropcap] tarde de ontem (25), foi marcada por uma reunião entre o Poder Executivo e o Sindicato dos Servidores Municipais de Guaíra – SISMUG – para a negociação do reajuste salarial (anual) dos servidores públicos para o ano de 2017.

Estiveram presentes o Prefeito de Guaíra Heraldo Trento, o vice-prefeito Valberto Paixão, Secretário da Fazenda Antonio Alves, Secretária de Administração Dra. Mariana Cândido, Secretário da Infraestrutura, Agricultura e Meio Ambiente Sinomar Neto e o Procurador Jurídico Dr. João Fernando Grecillo. Pelo Sindicato participaram o Presidente Israel de Almeida, a Advogada Rosana Rech e demais membros da diretoria. A Câmara de Vereadores e os profissionais do Magistério foram representados pela vereadora Marlene Dalla Costa.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Durante a reunião o Secretário Municipal da Fazenda Antônio Alves, apresentou relatório que evidenciou dados contábeis com a previsão orçamentária do município para os próximos anos, levando em consideração a receita líquida do Município e o gasto com a folha de pagamento. Um ponto muito destacado é que o município está perto de alcançar o limite prudencial de gasto com pessoal, estipulado pelo Tribunal de Contas do Estado do Paraná (51,3% da receita corrente líquida), o que implicaria em alerta e posterior adoção de medidas administrativas para corte de despesas.

A secretária da Administração Mariana Cândido concluiu a fala do Secretário da Fazenda, relatando que os Municípios vizinhos que possuem a data base no mês de janeiro sinalizam pela concessão do reajuste no patamar da inflação e que alguns estão optando pela proposta parcelada denotando a preocupação com o referido gasto com pessoal.

O sindicato almejava receber o reajuste na ordem de 7,64%. Esse percentual seria o mesmo concedido aos professores a nível federal. Porém tal pretensão, neste momento, mostrou-se impossível de atender diante da realidade econômica e necessidade de o Município de Guaíra aumentar a receita para cobertura do gasto.

Ao final da reunião, os representantes do sindicato acataram por unanimidade a proposta do reajuste em 7%, ou seja, um ganho real aos servidores de 0,42% acima da inflação acumulada de 2016. Com esta decisão, o piso salarial mínimo dos servidores municipais de Guaíra será de R$ 1.149,40 (um mil, cento e quarenta e nove reais e quarenta centavos) e o vale alimentação passará a R$ 190,03 (cento e noventa reais e três).

Portal Guaíra via Assessoria