ad

[dropcap color=”#81d742″]C[/dropcap]omeçou no último domingo (25) a Semana dedicada nacionalmente ao Combate ao Mosquito transmissor das doenças dengue, zika e chikungunha, Aedes Aegypt. Todos os municípios do país promovem diversas ações de combate ao mosquito Aedes aegypti, como visitas domiciliares, mutirões de limpeza e distribuição de materiais informativos.

Em Guaíra, serão distribuídos materiais informativos no semáforo central e na cabeceira da Ponte Ayrton Senna. Também será realizada a 1ª Corrida e Caminhada contra o mosquito da Dengue em alusão a esse assunto. Porém a data da corrida ficou para 9 de dezembro para não coincidir com outros eventos esportivos.

A 1ª Corrida e Caminhada contra o mosquito da Dengue é uma inovação da Secretaria Municipal da Saúde via Departamento da Vigilância Sanitária, nas ações que visam eliminar todos os focos do vetor e ainda ampliar a conscientização da população para a importância de acabar com a água parada. O evento contará com provas de corrida e caminhada num trajeto de 5 km para homens e mulheres e prova Kids com percurso variando de 30 a 800 metros. A inscrição será realizada no dia da prova das 7h as 8h30min, não tem custo, porém é obrigatório a apresentação de 10 recipientes acumulador de água por pessoa. Durante a prova, haverá muita comunicação visual com alertas sobre o combate ao mosquito vilão.

O coordenador da Vigilância Sanitária, Julio Cesar Juvenal, diz enfaticamente “_o mosquito que mata, não pode nascer. Temos que Eliminar água parada, não podemos dar a chance para esse vilão acabar com a saúde das pessoas. E isso não é um dever somente da saúde municipal, é um dever de todos, é um luta onde todos tem participar. É muito simples, é olhar com carinho o lugar onde moramos, não deixar os vaso de flores, pneus, garrafas pets, latinhas, potes enfim, é manter nosso quintal limpo e organizado”, esclarece Julio.

A Secretaria de Saúde também alerta que a temperatura em Guaíra já subiu e tende a crescer ainda mais nos próximos meses, por isso é bom relembrar que o mosquito gosta de proliferar em ambientes molhados e quentes.

O último LIRA (índice de manifestação do Aedes Aegypti) em Guaíra, foi um dos melhores que tivemos nos últimos anos, chegamos quase a zero. Isso significa que os cuidados com recipientes que possam acumular água nas casas e terrenos estão sendo olhados com sabedoria por parte das pessoas e assim deve-se continuar, na verdade, a equipe da Vigilância Sanitária diz que deve-se intensificar o cuidado. Contra o Aedes Aegypt todo cuidado é pouco.

Portal Guaíra via Assessoria


CLINICA SALUTAR