Na quinta-feira (15), a Secretaria de Assistência Social e a de Saúde, estiveram reunidas para discutir a elaboração do fluxo de atendimento para as crianças e adolescentes acolhidos na Casa Abrigo em Guaíra.

Estiveram presentes, a Diretora de Proteção Especial da SEMAS, Graziella Gomes de Freitas, a Assistente Social do CREAS e Abrigo Institucional, Gleissiele Tonelli Dornelles, a Psicóloga do Abrigo Institucional, Thaísa Eliara Ghisi Possenti, a coordenadora do Abrigo Institucional, Josinete Rodrigues Dos Santos Bacovicz, a nutricionista municipal, Flávia Chibinski.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Na ocasião estudaram o fluxo para descrever a chegada da criança e do adolescente e como vai ser cada atendimento realizado desde a entrada no abrigo. O processo de acolhimento, até o retorno da criança para o convívio familiar, ou para a destituição do poder familiar para a adoção.

O assunto requer que sejam realizados outros encontros para uma elaboração minuciosa, para garantir o atendimento e a prioridade a criança e o adolescente acolhido, visto já terem passado por situações de violação de direitos.

Portal Guaíra via Assessoria