Na sexta-feira (28), o Município de Guaíra, por meio da Secretaria de Saúde, reforça o apelo para que os cidadãos guairenses intensifiquem as medidas sanitárias fundamentais para o combate ao coronavírus.

O coronavírus no início do ano de 2020 atingiu o Brasil, e abalou não somente os cidadãos afetados pelo vírus, mas todos as pessoas do país e do mundo, além de refletir em diversas áreas como a saúde, educação, economia. Com o grande impacto, a população foi forçada a redefinir hábitos relacionados a higiene e ao cuidado.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

A chegada da vacina em Guaíra foi um momento muito aguardado pelas autoridades e por toda a população. Graças ao empenho e dedicação da Gestão, a cidade foi uma das pioneiras no recebimento dos lotes emergenciais da vacina, e assim pôde proporcionar um alívio e uma nova esperança aos guairenses.

Devido ao grande número de casos positivos, e a consequente necessidade de utilização do sistema de saúde, o índice de ocupação dos leitos de enfermaria e UTI foram totalmente preenchidos, chegando a contar com filas de espera. Muitos municípios fizeram leitos a mais para suprir a demanda, mas ainda assim a situação encontrava-se emergencial. Após a chegada das vacinas, gradualmente, esses leitos foram sendo desfeitos. As vacinas colaboraram muito para a queda desse índice e agora, mesmo com a alta taxa de positivados, o índice de internamentos continua baixo.

Segundo o diretor de Saúde, conforme um levantamento realizado nesta manhã (28), dos 11 pacientes internados (sendo 3 em UTI, 5 em enfermaria, e 3 aguardando o resultado do exame), somente 2 deles apresentam o esquema vacinal completo, e desses, a grande maioria são idosos.

Apesar disso, as medidas sanitárias ainda devem ser seguidas para que seja possível amenizar as contaminações por covid-19. Medidas como o uso do álcool em gel, máscara facial e o distanciamento social são essenciais para a não disseminação do vírus, e já se mostraram decisivas no controle da pandemia.

O secretário Municipal da Saúde, Marcos Rigolon, destaca que o descumprimento do isolamento está sujeito a multas de até R$ 5.287,00, e solicita que os cidadãos realizem adequadamente o isolamento para que haja a prevenção e assim evite que outras pessoas se contaminem. “Pedimos para que a população continue usando a máscara, o álcool em gel e mantendo o distanciamento social. O combate ao vírus não pode parar!”, ressaltou Marcos Rigolon.

Portal Guaíra via Assessoria