O mês de agosto é marcado por muitas campanhas sociais. No entanto, uma delas dá destaque para um tema pouco reconhecido pela população, que é a importância do aleitamento materno, enfatizado pela campanha Agosto Dourado.

Dentro das ações previstas nesta campanha, a equipe da Secretaria de Saúde realizou no anfiteatro da Unipar — Universidade Paranaense, uma palestra sobre o aleitamento materno e o preparo necessário para estimular essa prática dentre as mamães guairenses.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

A palestra foi voltada aos servidores da equipe de Saúde. No entanto, as orientações e informações sobre esse tema podem ser consultadas na Unidade Materno Infantil do Município de Guaíra, ou com a nutricionista Flávia Chibinski, grande defensora do aleitamento materno.

Vale ressaltar que a OMS — Organização Mundial de Saúde, define que o aleitamento materno deve ser exclusivo nos 06 primeiros meses de nascimento do bebê, sendo recomendado como alimento complementar até os 02 anos ou mais.

Cada ser vivo mamífero, seja humano ou animal, durante a gestação do bebê ou filhote, faz uma conexão das informações genéticas fundamentais ao bom funcionamento dos órgãos e as aplica no leite que é repassado durante a amamentação.

Estudos indicam que crianças que são introduzidas às fórmulas lácteas ou leite animal, como o da vaca, por exemplo, são mais suscetíveis a problemas gástricos e outros tipos de doenças, durante a fase adulta.

O leite materno é o único alimento que contém todos os nutrientes e componentes personalizados para o próprio bebê, inclusive, sendo considerado como a primeira vacina do ser humano, por ser a fonte de proteção contra diversas doenças.

Apesar de todos esses benefícios, os dados mostram que poucas mulheres amamentam exclusivamente a criança até os 06 meses, e os dados são ainda menores das que utilizam o leite materno como fonte complementar de alimento do bebê até os 02 anos.

Embora as ações de conscientização sobre o tema fique menos intensivas, qualquer dúvida e orientação desejada, ou apenas para mais informações, vale a visita ao espaço da Unidade Materno Infantil de Guaíra, localizado ao lado da Unidade Central de Saúde.

Portal Guaíra via Assessoria