ad

A Secretaria Municipal de Saúde emitiu na tarde de ontem (27) uma nota oficial de esclarecimento sobre o caso do Sr. Luis Alberto Escobar, acometido por uma úlcera por pressão e cujas fotos chocantes foram disponibilizadas nas redes sociais pela Associação Guairense de Pessoas com Deficiência e rapidamente compartilhada em grupos no Facebook e por outros internautas preocupados com o estado de saúde do paciente.

Escobar é cadeirante e aguarda uma vaga para um tratamento específico ao seu problema, ainda que já esteja sendo atendido por médicos em Guaíra.  Para evitar eventuais distorções e ataques injustos, a nota esclarece o que foi feito pelo município para solucionar o caso.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Confira a nota na íntegra

“A Secretaria Municipal de Saúde vem por meio desta nota esclarecer a todos os guairenses que o Sr. Luis Alberto Escobar encontra-se hospitalizado no município de Guaíra desde a data de 18/10/2013 para assistência continuada de curativos especiais, oferecidos pelo município, assim como atendimento médico e de enfermagem em razão de úlcera por pressão, decorrentes da não mudança de decúbito (termo médico que se refere a não mudança de posição) e que desde esta data permanece inserido na Central de Leitos Cascavel (que fará os encaminhamentos necessários) para procedimento de debridamento cirúrgico (limpeza)  das lesões e tratamento com oxigenoterapia por Câmara Hiperbárica, sendo estas realizadas diariamente, num total de 60 sessões – o que necessita de hospitalização para cuidados continuados, sendo no mínimo de 60 dias de tratamento.

Tendo em vista que o Sistema Único de Saúde (SUS) oferece o tratamento em Câmara Hiperbária somente nos municípios de Londrina e Curitiba, o mesmo permanece aguardando leito pela Central de Regulação devido a grande demanda de hospitalizações neste Pólos de Saúde”.

Portal Guaíra via Assessoria