Considerada uma das grandes conquistas da administração, a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 horas começou a ser construída no Fundo de Vale, região central de Guaíra, no segundo semestre do ano passado.

Entretanto, somente agora no início de 2015 é possível ter uma visão mais concreta da obra, que deverá garantir mais qualidade no atendimento médico municipal. A previsão, contudo, é de que ela só esteja pronta no início do ano que vem.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

A obra, que foi licitada por R$ 1.700.410,22, está sob a responsabilidade da Premacol LTDA pelo contrato 71/2014 e a verba foi destinada pelo Ministério da Saúde. “Sabíamos que é difícil uma UPA vir para uma cidade de 30 mil habitantes, elas são destinadas a cidades com mais de 50 mil. Mas o Ministério da Saúde entendeu que nós estamos numa fronteira e que nossa demanda é muito grande. Tenho certeza que essa UPA vai ser um diferencial em Guaíra. Vamos acompanhar o andamento da obra, pois a cidade precisa o quanto antes deste investimento”, afirmou o prefeito Fabian Persi Vendruscolo.

Todas a unidades de Pronto Atendimento são de Porte 1, ou seja, tem capacidade de atendimento de 50 a 150 pacientes/dia, no mínimo dois médicos por plantão, sendo um pediatra e um clínico geral, 6 leitos de observação, além de oferecer estrutura simplificada, com raio-X, eletrocardiografia, pediatria e laboratório de exames. Além disso, o governo federal faz um repasse mensal para auxiliar na manutenção da UPA.

Três novas unidades básicas de saúde

Além da UPA, Guaíra terá outras três novas unidades básicas de saúde. As unidades são para Bela Vista (zona rural), Loteamento Futura/Jardim Guaíra/Tancredo Neves e Jardim Zeballos. Todas receberam investimento de R$ 433.415,47 e são responsabilidade da Construtora Arch3 M.E.

Isso sem falar na reforma e ampliação das unidades básicas da Eletrosul, Oliveira Castro (zona rural) e a central, destinada para unidade de vacinação. As três obras foram entregues no ano passado.

Pessoal

Para garantir o funcionamento das novas unidades, o município vai garantir também mais funcionários, entre médicos e outros profissionais de saúde.

O objetivo é descentralizar o atendimento e garantir que mais guairenses tenham atendimento médico de qualidade.

GUAÍRA-CONSTRUCAO-UPA

GUAÍRA-CONSTRUCAO-UPA-2

GUAÍRA-CONSTRUCAO-UPA-3

GUAÍRA-CONSTRUCAO-UPA-4

GUAÍRA-CONSTRUCAO-UPA-5

GUAÍRA-CONSTRUCAO-UPA-6

Portal Guaíra com informações da Assessoria